A bruxa está solta.

A barraca está armada.

O ebó está feito.

 

Mas no dia de Oxum eu saí de amarelo, graças a Deus...

 

Noite dos Bluseiros

 

A Noite dos Bluseiros...foi um negócio incrível!! Foi uma jam, só que de blues, só de blues, dá pra imaginar? Um monte de músicos fantásticos entrando e saindo do palco, tocando aquelas canções bonitas, de escala linda (a escala do blues é linda, não?). Foi...inesquecível. Bom, tirando minha parte, que eu agora dei pra ficar nervosa em cima do palco, ridículo. Foi a última vez, eu juro. Que raiva...Bom, mas só os músicos viram que não foi tão bem. O público que não era músico gostou. Ou seja...deu pro gasto.

Eu me senti bem bebê ali. Só fera tocando, cantando. Tão diferente da delicadeza e detalhismo do jazz ou da bossa. Foi massa, quem não foi perdeu. Foi memorável!

O próximo show é dia 30 de novembro, se lembrem. Esse vai ser ótimo, porque é show mesmo d'A Dama, hora e meia e tal. Afora que a festa vai ser bem legal: Ilê, Dão, rap, black music. 3 ambientes diferentes, na Casa d'Itália. Acho melhor vocês irem dessa vez. Não perderem outro momento memorável. ;)

 

SHOW

 

Nosso time tá lenhado. Nosso ex-presidente foi preso e algemado. MAS A NOSSA TORCIDA É A MAIS BONITA DO MUNDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!

O Vitória na primeira divisão não fez metade da festa que estamos fazendo hoje por causa de 3 golzinhos. Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaai, meu Deus!

E depois do dia estafante e péssimo que eu tive, esses 3 golzinhos vão me dar um alívio pra semana inteira, viu? Oh, como é bom precisar de pouco pra ser feliz! (Huhauahuahua)

 

E vamos aos shows:

* 23/11 - Noite dos Bluseiros, no Fuar Fuia (em frente ao Aeroclube). R$10. Água Suja e convidados, dentre eles, Ellen Carvalho, A Dama da banda A Dama e os Viralatas. 22h30.

* 30/11 - Afro em Cena. Festa com o tema Pret@s. Casa d'Itália, R$15. 3 ambientes, música black da boa (black music, rap, afoxé, blues). A Dama e os Viralatas no ambiente III. 21h.

* 04/12 - Recital dos Alunos, Turma 01 - Musicanto. MPB. DE GRAÇA, sala 102 da Escola de Música, às 19h.

Vânia Abreu

 

Quando digo que show pra mim não é diversão, é trabalho, o povo acha que estou de sacanagem. Talvez não seja sempre trabalho, mas com certeza, estudo. Até tive que ouvir: "Na próxima encarnação venho garoto de programa, pra certas coisas também virarem estudo." Bem...

 

A despeito da opinião desses fãs, lá vamos nós com mais um workshop.

 

Coisas que aprendi no show de Vânia Abreu:

 

 

(1) Não importa o seu tamanho. Quando você cantar, você deve ficar maior que o palco, maior que tudo.

(2) Uma estrela pode ter o mais reluzente brilho do mundo. Sozinha ela perde metade da graça.

(3) Bons músicos sabem que cada um tem sua hora de brilhar. E que atravessar o brilho dos outros só causa dor nas vistas.

(4) Às vezes você vai mais devagar. Mas não há preço que pague você chegar lá rodeado de pessoas que te amam.

(5) Como é incrível a força que se obtém ajudando os outros a realizarem seus próprios sonhos.

(6) O que uma boa respiração diafragmática e uma adequada abertura do maxilar não fizerem, nada mais faz.

(7) Há lugar para pessoas agressivas e também para pessoas suaves. É burro quem quer ser o que não é ou imitar alguém.

(8) O povo não é burro. O povo tem bom gosto. Você só precisa investir em divulgação pra que o povo te escute.

(9) Digam o que disserem, é o público quem diz o que você faz e presta e o que você faz e não presta. E você sempre fará os dois.

(10) Ser simpático com o público é uma questão de marketing. Mas também de saúde mental e emocional. Faz um beeeeeeeeem.

 

Mistério

 

Milhares de músicos. Só eu não consigo cantar nessa jam. Por que será?

1) Não conheço ninguém - PEEEEEN. Mentira. Conheço todo mundo.

2) Não canto bem - PEEEEEEEEEN. Todo mundo (os músicos da jam) diz que eu canto bem. Só se eles estiverem apenas sendo simpáticos.

3) Não tive oportunidade. - PEEEEEEEN. Várias.

 

Então, qual é o problema?

 

Extensão

 

Não sei se comentei que estou dando aula na Extensão da Escola de Música da UFBA, de Canto. Pois estou. Nos Cursos Noturnos, e é de Canto Popular, cujo objetivo é a formação de (bons) intérpretes, conscientes de seu fazer musical e com embasamento teórico. Estamos chegando ao final do semestre e os alunos vão ter um recital lá na Escola (que é claro que vou convidá-los). Então estamos em oficinas e ensaios.

E estou extasiada! Nunca pensei que fosse tão belo o milagre de fazer alguém cantar. Não milagre por ser difícil, mas...por ser lindo, mágico. Ontem eles disseram: "Professora, a melhor parte é a sua empolgação." Eu fico louca! Eu pinoto igual macaco, pulando pra lá e pra cá de alegria a cada vez que eles conseguem, através de minhas orientações, alcançar uma nota, aveludar a emissão de um som, cantar no tempo, manter o andamento, acertar o intervalo exato, dar um remelexo, fazer uma careta ou segurar o microfone de mentira na direção correta. Eu estou louca e não páro de pensar nessas criaturinhas, meus aluninhos lindos, que têm me feito tão feliz. Nessas horas, me esqueço que fiquei três meses sem receber, me esqueço a mixaria que é o dinheiro e até do cansaço absurdo que fico nos dias de aula. Nunca pensei que ensinar uma coisa que a gente gosta fosse tãaaaaaaaao excitante! Acho que explodo!

De modo que está ficando bonito. Eles estão envergonhados e achando que vão fazer vexame, mas não vão. Claro, vão errar, vão se atrapalhar, eu ainda erro muito em show, me reto, juro que nunca mais piso no palco de vergonha e olha lá eu de novo. Eu disse a eles: Cada show vale por 10 aulas, gente. Porque a onda que diferencia um cantor que estuda do que não estuda, eu sempre digo a eles, é o nível de CONSCIÊNCIA que você tem do que está fazendo. É você conseguir ESCOLHER o que fazer com seu corpo (e não ser limitado por ele). E esse aprendizado é eterno, não vai acabar nunca!

Então viva meus aluninhos! Viva dar aula de canto! Viva a música! E... VÃO AO RECITAAAAAAAAAAAAAL!!!!

 

Homens

 

Loucuras que os homens disseram - ou fizeram alguém dizer - este final de semana:

 

Você me convidou pra quê mesmo?

 Você nem quer falar comigo não é?

Você sabe que sinto o maior tesão em você não sabe?

Sim, 19 anos. Mas a alma não tem idade.

Desculpa, eu quero falar com você, mas minha internet está péssima.

A recíproca é totalmente verdadeira.

Você é uma figura. Acho que nunca vou me apaixonar por alguém tão louca quanto você.

Você não quer me ver, me diga logo, não me enrole.

Segure sua onda, rapaz!

A namorada dele é aquela ali.

Ela tá interessada no seu amigo.

Acho engraçado você dizer "ela quis comer ele", com essa boca cheia.

Cão que late não morde.  

Essa história de que tamanho não é documento é pura lorota.

Eu me casaria com você.

Aqui é minha irmã.

Claro que você não vai sair sozinha.

Eu tô ligado que você só quer saber de intelectual.

E você vai aguentar ficar só com ele?

Você quer é um cara com grana, não é?

Fofo!

É ele ali?

Ele não quer ir, eu também não vou - é melhor, viu?

Tô sabendo que até difunto você levanta.

Quem manda ter essa bunda desse tamanho?

 

Lenda

Céu

 

E tome tento

fique esperto

hoje não tem papo

Jogo-lhe um quebrante

num instante você vira sapo

Bobeou na crença

príncipe volta ao seu posto

de lenda

 

Seu nome na boca do sapo

E sua boca...

 

Já tá feito, tá mandado

O seu trono tá plantado

Fica acerca de mim

Seu nome na boca do sapo

Sua boca na minha

O resto é boi dormindo em história errada de carochinha...

 

 

 

:S II

 

- Eu te conheço de algum lugar...Sim, você o produtor da Banda XXXX.

- Eu também te conheço, não sei da onde.

- Eu sou cantora.

- Ah...Menina, eu gostei do seu sorriso. Você tem um carisma. Vá fazer um teste com a gente, estou precisando de cantora. Gostei de você. Quem já viu contratar alguém por causa dos dentes?

- E se eu não cantar que preste?

- Eu te falo.

No ensaio:

- Oi, Músico 1. Oi, Músico 2. Oi, Músico 3.

- Você conhece todo mundo?

- Um pouco.

- O que você canta?

- Quase tudo.

- Canta uma.

- A bossa que está na mão daquele músico ali.

CANTO.

- Você canta em inglês?

- Sim.

- Canta Strumming my Pain... pra mim.

- Canto.

CANTO.

Findo o ensaio:

- E agora?

- Agora vou te adicionar nesse cadastro de cantoras que tenho. E qualquer coisa eu te ligo.

 

:S

(Remedando minha Carola amiga:)

Diálogo do dia:

-Pô...tô triste...

- Por quê?

- Sei lá...meio sem motivo.

- Ah, são os hormônios.

 

E sua Frase Complementar:

"Mulher é fêmea. Tem que lembrar que mulher é fêmea, fêmea, tá entendendo, bem antes de ser gente ela é fêmea."

João Ubaldo Ribeiro, in O Sorriso do Lagarto.

2008

 

04 de novembro. Que massa! O ano vai se acabando. Eu adoro fim de ano. Depois do meu aniversário, é o dia que mais gosto. Tem uma energia de renovação, de mudança, de esperança...que me enche o coração. Eu já estou me preparando desde agora.

E aí que estou avaliando o ano que passou e me planejando para o próximo. Basta eu dizer que 2007 foi o melhor ano de minha vida! Quando penso que isso é só o começo...me dá uma gana de sair correndo e chegar bem rápido ao futuro.

Mas que nada. O bom é ir assim, devagar. Lentamente. Admirando a paisagem, vendo as coisas mudaren. Estou cheia de planos e projetos para a música. Ufa! Que massa. Tomara que eu tenha forças de andar com tudo isso. Em breve, conto.

Hoje fui na Jam. Estava menos cheia de público (só um pouco menos) e mais cheia de músicos. Me sinto muito bem indo lá. Novamente não rolou de cantar. Fui dizer a Ivan (Huol): você está me limando! (risos) Ele ficou pedindo mil desculpas. Ora, claro que eu estava brincando. Eu sei que é muita gente querendo tocar. Deixa qualquer um doido.

Mas teve um guri de 8 anos tocando bateria...rapaz, ninguém se deu. Foi um negócio absurdo. Quando ele acabou, os músicos diziam: quando eu crescer quero tocar igual a vc, man! (risos)

Às vezes eu me pergunto se meus pais fossem músicos se minha vida seria diferente...Aí páro de pensar, porque acho isso uma besteira. A vida não tem "se". Só tem "quando", no máximo. Quer dizer que a gente só pode sonhar pra frente. Não pra trás.

E que venham todos os "quandos" de 2008. Eeeeeeeeeita, que ninguém me seguuuuuuuuuuuuuuuuuuuuura!!!

News

 

A música não passou para a próxima fase do Unifest.

Novamente o axé me perseguindo. Me pediram um reveillon.

O Seminário Interno de Pesquisa em Música foi ótimo! Tantas coisas interessantes. Inclusive um método fantástico de ensino coletivo de instrumentos que eu pretendo conhecer melhor.

Nenhuma grande novidade...

[ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Nordeste, Mulher, de 26 a 35 anos, English, Spanish Spanish,

Este é o diário de uma cantora ultra mega famosa. O problema é que só ela sabe disso. Enquanto os outros terráqueos ficam sabendo, ela vai aqui contando as aventuras e travessuras de ser uma musicista brasileira - e todas as descobertas que estão envolvidas nisso. Venha e acompanhe esta viagem rumo ao estrelato intergaláctico!

Visitante número: